Momento importante para qualquer pessoa, é a escolha do seu automóvel. Está em dúvida ainda? Então saiba qual o custo-benefício de comprar um carro popular.

Na hora de adquirir um veículo analisamos uma série de fatores, entre eles a nossa situação financeira e as necessidades que temos em nosso cotidiano. Esses aspectos nos ajudam a avaliar o melhor custo-benefício de um automóvel.

Para que você compre auto um carro de qualidade, mas que ao mesmo tempo seja econômico, saiba que há muitas vantagens em adquirir um carro popular. A maioria das pessoas opta por esses modelos quando vai comprar o primeiro auto.

Reunimos alguns pontos positivos que devem ser considerados na relação custo-benefício de carros populares. Dá só uma olhadinha nas nossas dicas.

Grosso modo, é um tipo específico de veículo que é vendido para classes trabalhadoras. Esse conceito surgiu com o Fordismo, que pretendia popularizar o consumo de automóveis para todas as camadas da sociedade.

Isso significa, que essa corrente socioeconômica também enxergava o funcionário da fábrica como potencial consumidor de seus produtos.

A forma como se estabeleceu a venda de carros populares já foi bastante debatida, mas fez com que a indústria automobilística brasileira desse um grande salto nos últimos anos.

O consumo desse tipo de auto teve seu apogeu na década de 1990 com modelos como o Escort Hobby, Gol, Voyage, Ka, Kombi, Fusca, Celta e Palio. Só no ano de 1993 o Brasil vendeu mais de 1 milhão de unidades. O crescimento foi exorbitante, tendo em vista que no ano anterior foram vendidos cerca de 700 mil automóveis.

Outro dado interessante é que a venda desses modelos chegou a representar mais de 70% do mercado automobilístico brasileiro. Os carros populares são muito utilizados por motoristas de aplicativos, clique aqui e confira os melhores para essa finalidade!

Com o aumento da competitividade do setor, o número caiu para 50%, mas ainda assim abrange uma parcela expressiva do segmento. Alguns carros populares zero quilômetro chegam a custar R$ 65 mil e por isso ainda são bastante atrativos para alguns consumidores (em específico das classes C e D).

Tendo em vista os valores atuais dos automóveis, que estão cada vez mais altos.

Estratégia econômica

Muitos economistas e profissionais do setor afirmam que a venda de carros populares passou a ser uma estratégia para proteger a indústria nacional. Com seu ápice na década de 1990, ainda no governo de Itamar Franco, a política econômica brasileira ainda não estava preparada para a abertura comercial.

Neste contexto, para conseguir bater a competitividade do mercado externo, foram lançados modelos cada vez mais acessíveis e que apresentassem vantagens significativas em detrimento dos automóveis de alto padrão.

Mesmo não se enquadrando como carros populares, confira aqui os SUVs mais econômicos do mercado.

O que devo avaliar na hora de adquirir um carro?

Antes de fechar qualquer negócio, é importante que você defina algumas questões a serem respondidas. Qual vai ser a utilidade do seu carro? Você vai utilizá-lo para trabalhar ou viajar? E além dessas considerações sobre necessidade, outros elementos precisam ser observados:

  • Ano de fabricação;
  • Tempo de garantia;
  • Potência do motor;
  • Se o veículo é seguro e confortável.

Pensar em tudo isso pode dar um trabalhão no começo, mas é a melhor forma de evitar dores de cabeça depois de certo tempo de compra.

Compre auto: Confira o custo-benefício de comprar um carro popular

Atenção ao desempenho do automóvel

Se você for mesmo optar pela aquisição de um carro popular, precisa analisar seu desempenho que se dá pela potência do motor. É a qualidade do motor que vai determinar o conforto ao motorista e também ao passageiro.

O quanto ele consome de combustível também é um fator a ser observado. Isso porque estamos falando da questão custo-benefício. Tente escolher modelos que sejam mais potentes, mas que também economizem no consumo.

Depreciação do valor de mercado

Tome cuidado com a desvalorização do seu veículo no âmbito do mercado automobilístico. Conforme já dito em situações anteriores, ao tirar o carro da concessionária, você já deverá contar com uma perda de 20% do seu valor total.

Carros de luxo podem depreciar mais rápido do que automóveis populares, por exemplo. Os preços de automóveis oscilam todos os dias, e neste cenário, o ideal é manter-se firme nas buscas e pesquisas pelo modelo ideal.

Na hora de escolher um auto, analise quais são seus potenciais riscos de perda, quanto menos ele desvalorizar, maiores são as chances de revenda por um bom preço na hora de trocá-lo.

Adquirir seminovos pode ser vantajoso

Nem sempre todos os modelos de carros populares acabam sendo acometidos por uma intensa depreciação em seus valores. Muitas vezes vale a pena comprar um carro popular que esteja seminovo. Até porque o automóvel é naturalmente mais acessível do que os outros.

No momento da negociação, observe a conservação das peças, o ano de fabricação e o estado da lataria. Se a quilometragem também for baixa, investir na aquisição de um seminovo parece ser bem mais interessante.

Quando a questão for custo-benefício, adquirir um modelo dessa categoria pode ser bastante vantajoso. Muitas fabricantes têm apostado na implantação de novas tecnologias.

O famoso carro popular tem ficado cada vez mais moderno. Mas o importante mesmo é que ele não perca a sua essência: a acessibilidade para todos. Esse sempre foi o real propósito do advento da popularização desses modelos.

Bom desempenho e preço baixo são critérios fundamentais para conquistar qualquer comprador. Um bom exemplo dessas melhorias propostas pelas fábricas, é o modelo UP da Volkswagen. Após uma pesquisa de mercado, a empresa decidiu colocar um porta-malas mais espaçoso. Ele só tem duas portas e não tem vidros elétricos, mas seu design não desponta como um formato de padrão popular.

Outras montadoras já criaram uma linha “premium” que diz respeito a carros um pouco mais sofisticados, mas que também não chegam a ser de luxo, entre eles destacam-se: Polo, Onix, Fiesta, HB20, Sandero, entre outros.

Agora que você já sabe sobre o custo-benefício dos carros populares, pode ficar ligado nas nossas novidades.